Contos de fadas fazem parte de nossa infância, de quem somos e até mesmo do que gostamos. Ouvimos muitas histórias, conhecemos a menina do sapatinho perdido como ninguém, sabemos quem é a mais bela de todas e entre muitos outros personagens que nos emocionaram e nos fizeram viajar no mundo da fantasia.

“É difícil acreditar nos contos aqui escritos. Mas enquanto houver nesse mundo crianças, mães e avós, eles não serão esquecidos”

Mas antes dessas histórias virarem contos de fadas, elas não eram exatamente assim. A grande maioria dos finais felizes foram inventados para nos deixarem feliz, já que vivemos em um mundo onde muitas coisas ruins acontecem.

Esse livro reúne vários contos famosos da literatura infantil como: Cinderela, Branca de Neve, O gato de botas, O patinho feio, Chapeuzinho vermelho e muitos outros. Seus autores originais sempre tentam dar algum tipo de lição para os seus leitores. Eles realmente mostram a realidade da época, onde as coisas já eram difíceis.

contodefadass

Confesso que me emocionei durante a leitura. Lendo o Patinho Feio, não consegui segurar. Essas histórias passam mensagens muito fortes, que se prestarmos atenção, vamos levar para a vida.

Cinderella nos ensinou que com coragem e força, tudo dá certo no final. O gato de botas nos ensina a nunca esperar nada de ninguém, sempre correr atrás da sua própria riqueza. Já o Patinho Feio nos ensinou a seguir em frente sempre, mesmo quando só é criticado, mal tratado e julgado.

“A virtude pode envolver sofrimento, mas é sempre coroada”

Mas preciso desabafar uma coisa. Eu realmente estava TORCENDO para a Branca de Neve morrer. Gente, pelo amor de Deus. Os anões foram claros, disseram pra ela não abrir a porta pra ninguém porque a bruxa estava atrás dela. E o que a maluca fez? Abriu a porta, não uma, mas TRÊS VEZES. Sendo que a bruxa envenenou ela da primeira vez, ela sobreviveu e mesmo assim ela abriu outras vezes.

Enfim, realmente foi a única história que me revoltei haha. O livro é super lindo e ilustrado também. São desenhos antigos e dão asas para a imaginação. Super recomendo essa leitura para todos que amam navegar pelas terras dos grandes contos e não tem medo de descobrir a verdadeira versão das coisas.

"A flor que nasce em meio a diversidade é a mais rara e bonita de todas."

Deixe seu comentário

  1. Thayná SoaresResponder

    Oi Angélica!
    Que amor esse seu post. Fiquei pensando comigo mesma, as crianças de hoje em dia não tem mais tanto contato com os contos como nós tivemos, essas histórias passam lindas e grandiosas lições que atualmente precisam ser lidas e memorizadas. Nos ensinam a sermos fortes, corajosos e aprender que somos capazes. Sinto falta de ver os pequeninos lendo coisas desse tipo e não tendo tão cedo o contato com a tecnologia, que tira deles o tempo de ler coisas maravilhosas como essas.
    Amei demais o post, foi uma volta ao tempo muito boa de se fazer.
    Beijos!
    Sonhos na Bolsa

    • Angélica BelloResponder

      Isso é verdade Thay, as crianças hoje já nascem com um celular na mão fazendo uma selfie. Difícil apresentar esses contos tão maravilhosos a eles, mas temos que tentar né. Que ótimo que gostou do post, obrigada por comentar <3

  2. RachelResponder

    Adorei a resenha. Fiquei com vontade de ler o livro! Parece bem legal
    Beijos

    • Angélica BelloResponder

      Muito obrigada! Lê sim, um leitura nunca é em vão. Obrigada pela visita.